Mindfulness

“Não existem momentos comuns”
– do livro ‘O Caminho do Guerreiro Pacífico’

Ficar completamente envolvido no instante presente faz perceber que há sempre algo incrível acontecendo.

A gente fica a toda hora ruminando sobre o passado e o futuro… e acho que essa é a verdadeira prisão: não fluir simplesmente no que se é e se faz no exato agora.

A tatuagem do Diego é isso: o lembrete para o constante esforço pelo ‘ser livre’ de verdade!

Comments are closed.

%d bloggers like this: