Path

Wollen, können, leisten. Numa tradução não tão perfeita do alemão para o português — querer, poder, conseguir.

Quando o Carlos veio conversar comigo, a questão era apenas a fonte para essas três palavras. Mas com o porquê dessa tatuagem e o significado mais profundo que elas contêm, apenas escrevê-las não bastaria.

Chegamos então numa proposta tipográfica com a ideia de trajetória, de adensamentos, de conquistas que vão pouco a pouco se acumulando.

Criar um design mais complexo usando apenas letras foi difícil. Mas foi uma questão de honra: essas três palavras são a trilha sonora dessa fase da minha vida. Traçar sonhos, definir planos, estudar e fazer cada trabalho ser melhor do que o de ontem. E um dia, chegar “lá”.

Porém, na mesma época em que terminamos a tattoo, percebi que o “lá” é, na realidade, o “aqui”. Encontrar paz ou ser feliz não é algo que pertence ao futuro, não é o ponto de chegada. O foco mesmo não é só o ‘leisten’, mas também o ‘wollen’ e o ‘können’, todos juntos. É a corrida em si, misturada à satisfação do suor de estar fazendo, estar vivendo.

A plenitude de ser você por completo — e isso não acontece enquanto você não põe em ação os seus sonhos e faz o que você nasceu para fazer.

Comments are closed.