Friendship

Muito obrigada Bruno, por confiar em mim para fazer uma arte tão poética!

“Às vezes, quando nos perdemos no medo e desespero,
na rotina e na constância,
na falta de esperança e na tragédia,
podemos agradecer a Deus pelos biscoitos bávaros.
E, felizmente, quando acabarem os biscoitos,
ainda podemos encontrar segurança em uma mão amiga em nossa pele,
ou em um gesto gentil e amoroso,
ou em um apoio sutil,
ou em um abraço carinhoso
ou em uma palavra de conforto.
Sem falar em macas de hospital e tampões de nariz,
em um doce não comido,
segredos sussurrados,
e Fender Stratocasters,
e talvez alguma obra de ficção.
E devemos nos lembrar que todas essas coisas,
as nuances, as anomalias, as sutilezas,
detalhes que parecem superficiais na nossa vida,
estão aqui na verdade por uma causa bem mais nobre:
elas estão aqui para salvar nossas vidas.”

—  do filme ‘Mais Estranho que a Ficção’

Comments are closed.

%d bloggers like this: